Covid-19

E o vosso Casamento

O que sabemos até agora e quais as alternativas.

Introdução.

Por altura em que estamos a escrever este artigo, as dúvidas ainda são muitas, e na verdade ainda estamos todos a tentar perceber de que forma os vossos casamentos se vão, ou se podem mesmo realizar este ano de 2020. 

Desde o primeiro momento que nós decidimos que qualquer que fosse a decisão dos nossos noivos, nós estaríamos do lado deles, pois para nós nada mais é importante do que assumir uma postura de total disponibilidade. Foi difícil colocar a nossa vida em stand-by, mas mais difícil foi ver a tristeza de alguns casais em adiarem o casamento com todos os transtornos que isso causou. 

Após reflectirmos sobre o assunto, e por forma a ajudar os casais a passar por este processo, oferecemos a todos os nossos noivos uma sessão fotográfica extra a realizar no dia em que iriam casar, pois achamos que a mesma deveria ser recordada de uma forma positiva, e de uma forma que eterniza-se em belas imagens o amor que os une.  

O que sabemos e o que esperar.

Até este momento o que sabemos é que apesar de as cerimónias religiosas já se poderem realizar com certos condicionalismos, e do sector da restauração também retomar a sua actividade, é que o sector dos Casamentos está em Stand-by até Setembro, altura em que se dá inicio ao novo Ano Pastoral. Se isto quer dizer que em Setembro já se poderá realizar casamentos ou não, não se sabe, e se no caso de ser possível, em que moldes será.

Há várias perguntas que os noivos se devem fazer antes de tomar uma decisão sobre adiar ou não o casamento.

1- Gostariam de uma celebração em que os convidados teriam de usar máscara?

2- Estariam dispostos a reduzir o número de convidados?

Estas questões são pertinentes pois pelo que se sabe até agora, em todas as actividades colectivas ou ajuntamentos, é obrigatório o uso de máscara salvo raras excepções como a alimentação e a prática de exercício físico. Por outro lado, a questão da redução de convidados deve-se ao facto de determinados espaços nomeadamente Quintas, não terem espaço suficiente para dar resposta à norma do distanciamento entre mesas. Outras questões como medidas de segurança e higiene nos locais tem de ser levadas em conta, também haverá medidas rigorosas como a forma como alimentos são servidos em pratos e distribuídos nas mesas. 

Conclusão.

Se é que nos é possível dizer isto, relaxem, preparem tudo com a calma e o amor que a vossa festa merece. O amor não está de quarentena, simplesmente vai sofrer uma alteração de data. Não percam a motivação, pelo contrário, pensem que o vosso casamento poderá mesmo a vir a ser uma festa maior, pois depois de uma experiência destas estamos todos desejosos de estarmos em união. 

O vosso amor e a união dos vossos fornecedores vão tornar tudo possível.

"Continuem a sonhar..."